Como funciona um buraco negro?



  

Imagine o universo como uma grande seda escura. Tudo está em seu devido lugar.

Então um dia, o nosso Sol explode. Todas as estrelas um dia explodirão, e o Sol não é uma excessão. Então, com essa explosão vem a supernova, algo que gera energia que seria capaz de destruir grande parte, se não toda a nossa galáxia. Com uma explosão de tal magnitude, pela força da gravidade o núcleo da estrela se contrairía, formado o conhecido buraco negro.





Imagine que o universo é uma grande seda esticada com pequenos objetos em cima. Agora imagine que um desses objetos explode. O que acontecerá com a seda? Vai se desfazer, criando um pequeno orifício na seda. Agora, lei da gravidade: qualquer objeto que estiver proximo do suposto buraco será sugado.

Mas a grande questão não é onde o buraco negro começa, e sim onde ele termina. No exemplo da seda, vemos que todos os objetos sugados para dentro do "buraco negro" vão para um espaço maior, um novo universo, que seria a sua casa quando você faz o experimento. Infelizmente não é tão fácil assim ir para um universo paralelo. Se nós fossemos sugados por um buraco negro, seriamos desintegrados antes mesmo de começar a atravessá-lo.

Por Isac Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *