Faces ocultas – Misticismo, Religiosidade e Terapias Holísticas



  

Há  muitos séculos o oculto é fonte de inspiração, sendo utilizado como ferramenta chave de estudos e práticas místicas, religiosas e terapêuticas.

Iremos desmistificar hoje quais portais podemos abrir através desta chave, que vem se adaptando, sendo revelada e utilizada desde os primórdios medievais. 

O MISTICISMO (que nada mais é do que a prática de qualquer espécie, utilizando ferramentas MÍSTICAS), é aplicado de maneira distinta ou conjunta de acordo com a vontade, interesse e necessidade do praticante. Devemos imaginar suas divisões como "PORTAIS DE ACESSO" àquilo que buscamos, onde a materialização da "CHAVE" é a nossa própria crença.

O misticismo abrange o esoterismo, simpatias, clarividências de todo tipo (os chamados oráculos: baralhos, copo d'água, borra de café, dados, leitura de mão, significado dos sonhos, runas, búzios, varetas, numerologia, mapa astral, entre dezenas de outros oráculos, que serão descritos posteriormente), amuletos, talismãs, fases da lua, supertições, banhos, plantas, meditação, chakras, mantras, mandalas, todos os tipos de horóscopos, feng shui, cristais, posicionamento planetário, gnomos, bruxas e regressos.

Na RELIGIOSIDADE, é desnecessário dizer que o oculto é a própria fé, porém, aprofundaremos o ocultismo na Umbanda, Quimbanda, Candomblé, Espírita e Nação (miscigenação de todas estas religiões).





Como forma alternativa temos as TERAPIAS HOLÍSTICAS, onde o tratamento é prescrito conforme a necessidade de cada um, e um profissional capacitado efetua métodos alternativos e eficientes para o bem-estar do paciente.

Os métodos são os mais variados, utilizando-se de produtos naturais em diferentes pontos do corpo. Alguns exemplos são a Yoga, Aromaterapia, Cromoterapia, Reiki, Acupressura, Acupuntura, ANMA, Apiterapia, e dezenas de outras formas de relaxamento, que visam proporcionar o autoconhecimento e harmonia entre corpo, alma e espírito, em busca de sucesso pessoal.

Nossas próximas etapas serão para adentrar em nossos três portais (místico, religioso e terapêutico), onde mergulharemos em civilizações antigas, cuja justiça era a espada e a cura vinha apenas do oculto, e as traremos aos dias de hoje, provando que ainda há muito o que aprender sobre todas as faces ocultas do universo, que nos foram dadas para serem reveladas.

Por Ivi



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *