Figa – Amuleto da sorte



  

A figa é um amuleto universal, símbolo de proteção, usado em correntes, pulseiras, tornozeleiras, patuás e outros adereços, que tem a finalidade de proteger quem o carrega de todos os males espirituais.   

Muitas são as histórias acerca de suas origens, e uma delas é que na Grécia, ela era utilizada como amuleto sexual, onde crianças garantiam a fertilidade futura, e mulheres com problemas para engravidar apelavam para este símbolo, onde na época o polegar levantado representava o órgão masculino e o dedo indicador e médio em volta, o órgão feminino, como o próprio ato sexual.

Na Itália, ela teria além destes objetivos, o de se prevenir contra o mau-olhado.

No Brasil, além de todas estas finalidades, acreditava-se que um "gesto obsceno" poderia ludibriar o mal à nossa volta.

Em resumo, ela se proliferou por todo o mundo, e cada civilização se adaptou à seu modo, adicionando pitadas de sua cultura.  





Os materiais da figa podem ser os mais variados, e seu tamanho e cor acompanham a vontade do usuário. Pedra, cristal, madeira, vidro, pedra preciosa, prata, ouro e algumas outras matérias-primas formam o objeto usado para neutralizar o azar e as energias ruins, não apenas de quem usa em seu corpo, mas também em ambientes.  

Com o passar dos tempos, a figa caiu no gosto comum, e passou de objeto a roupas, grifes e material de estudo, após sua comprovada eficiência.

Ainda hoje, existem civilizações que passam uma figa de material específico de geração em geração, como triunfo e perpetuação da família.  

Como qualquer amuleto, a figa por si só não basta; é necessário possuir crença e fé verdadeira para que ela realmente atinja o seu objetivo, como uma lâmpada, que por simples pensamento consiga se iluminar, e favorece o encontro da saída correta. 

Por Ivi Izys



1 comentário em “Figa – Amuleto da sorte

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *