dança do ventre sempre esteve ligada a uma atmosfera de magia e sensualidade. Muitas mulheres já se viram ao menos curiosas por conhecer alguns passos dessa dança tão feminina.

Segundo a professora Lara Orlow, “os movimentos da dança do ventre estimulam o chacra básico, ligado aos órgãos sexuais, e também aos ovários. E a resposta acontece no corpo todo, impregnando de sensualidade natural o caminhar, o olhar, a voz, e os gestos”.

É a dança da deusa interior, que além de aflorar a sensualidade, garante também uma mudança no corpo no aspecto físico. Afina a cintura, melhora a coordenação motora e a postura, dá leveza aos movimentos, tonifica os músculos e emagrece. O gasto calórico chega a 300 calorias por hora e a partir da primeira aula já se percebe o bem-estar generalizado.

Por Cíntia Foloni Santoro





CONTINUE NAVEGANDO: