A leitura de mãos ou quiromancia vem de uma arte antiga de interpretação (cerca de cinco mil anos, pelo menos), através da leitura da palma, cor e temperatura das mãos do consulente. Sua origem, conta a lenda, que veio do filósofo grego Aristóteles, que entre seus alunos, dedicava-se a um aplicado e  exímio nesta arte: Alexandre, O Grande, que com o passar dos anos, sendo dotado de tal sabedoria, recebia em seu reino comerciantes e mensageiros, e após os devidos cumprimentos virava a mão dos mesmos, para descobrir suas verdadeiras intenções. O ponto marcante na história veio pelo povo cigano, onde este dom era atribuído exclusivamente às mulheres do clã.

Este método de adivinhação do passado, presente e futuro tem por objetivo (como a maioria dos oráculos) o autoconhecimento e a realização pessoal.

Como uma identidade digital, a palma da mão não se modifica com o tempo, tendo sido formada e traçada desde o ventre de nossas mães. O que designa os acontecimentos referentes à visão do médium é cada indivíduo, de maneira distinta e particular, sendo o consulente o único ser capaz de mudar seu próprio destino.

Aristóteles acreditava que o órgão mais importante dos seres humanos eram as mãos, por suas palmas serem traçadas de forma exclusiva, agregando aos seres o timbre artesanal do Universo, mostrando aos seus pupilos que cada um é único e insubstituível.

A origem da palavra vem do grego "Kheiromanteia" e significa "Kheiro" = mão e "Manteia" = adivinhação.

Hoje, ainda vemos este tipo de 'oráculo' nas ruas, filmes e livros, como o recém-lançado “Quirologia – Aprenda a Ler Sua Mão”, da professora de Quirologia Sônia Regina Pinheiro, que ensina descritivamente e com ilustrações as técnicas de leitura e o desenvolvimento mediúnico para esta, que na minha humilde opinião, é a mais bela e peculiar forma de compreender a si mesmo, provando que as respostas estão sempre em cada um de nós.

Por Ivi Izys


É comum as pessoas confundirem quiromancia com quirologia, talvez por serem palavras parecidas. 

Quiromancia é a advinhação através das mãos. Esta técnica  se dá através de análise das linhas das mãos, seu apecto, traços, coloração, tamanho, comprimento e espessura. Estas linhas irão revelar caractrísticas e fatos da vida do  indivíduo. 

Quirologia é o estudo das mãos (quiro = mão, logia=estudo). Nesta técnica são analisados os aspectos físicos da mão, como o tamanho dos dedos, constituição de carne, osso, pele, tipo de unha e digitais.

Nesta análise do aspecto físico das mãos, o profissional poderá transmitir insformações sobre a personalidade e a vida da pessoa. Os conhecimentos são extraídos de quatro vertentes: européia, chinesa, indiana e a astral. Esta técnica está atrelada ao conhecimento, não a uma simples adivinhação do futuro.


A Quiromancia é a arte de ler as mãos e realizar previsões, descobrir características do indivíduo de acordo com as linhas, formato, tamanho e textura da mão.

Esta técnica de adivinhação teve origem na Índia há mais de 5 mil anos. Ficou mais conhecida através dos ciganos, somente as ciganas conseguem ler as mãos e, devem sair com outra cigada para ler o futuro das pessoas.

Basicamente, as mão possue 3 linhas principais:

  • Linha da vida, que ao conrário do que muitos pensam, não indica quanto tempo a pessoa irá viver, mas mostra a qualidade de vida e a vitalidade da pessoa.
  • Linha da Cabeça: esta linha mostra o lado intelectual da pessoa, sua criatividade, poder de concentração e capacidade de resolver os problemas;
  • Linha do Coração: revela as emoções, a forma como a pessoa interage com os outros, sua expectativa com relação a relacionamentos e ao amor.

Veja este vídeo sobre Quiromancia e aprenda mais sobre esta técnica.





CONTINUE NAVEGANDO: